Reflexões » Comportamento

A nova mulher de 50

23.04.2015 Samia Assaf

“Quando eu era criança, uma mulher de 30 anos já era uma senhora. Tinha cara de senhora, sabe?”

Alguém já ouviu essa? Provavelmente, muita gente. Eu já ouvi várias vezes e sei que é verdade.
Antigamente, os conceitos de juventude e beleza, eram diferentes dos de hoje em dia e, praticamente, uma exclusividade daqueles com menos de 30. A juventude – e tudo o que era considerado um comportamento aceitável apenas para jovens – tinha um prazo mais curto, bem mais curto do que agora.

Mas o que mudou? Bem, a primeira coisa que todo mundo acaba pensando, tem a ver com a evolução de tratamentos e cirurgias estéticas. Nas últimas décadas, muitas foram as novidades nesse sentido e não tem como negar que, hoje, temos mesmo uma infinidade de recursos para estender nossa aparência jovem por muito mais tempo.

Mas não foi só isso que mudou. O que mais mudou mesmo foi a nossa cultura, aquela coisa dinâmica que se transforma toda vez que as pessoas resolvem se questionar uma coisa bem simples: por que não?

Por que “não fica bem” a uma pessoa de 50, gostar de um determinado tipo de música? Ou praticar esse ou aquele esporte? Por que viajar e se divertir deveriam ser privilégios apenas dos mais jovens? Ou começar um novo curso, aprender coisas novas?  Ou um novo relacionamento? Por que, de repente, essas pessoas teriam que se comportar como se todas as oportunidades da vida tivessem ido embora em um trem que já passou, lá entre seus 20 e 30 anos?

O resultado foi uma geração de pessoas que aos 40, 50, 60, não apenas estão mais jovens na aparência, mas também em seus estilos de vida. Coisa que nos obriga a redesenhar todas as linhas que separam as diferentes fases da vida, ou quem sabe, até desistir de marcá-las, o que é mais libertador.

Vários reflexos dessa questão andam presentes na mídia. O programa Fantástico, por exemplo, está veiculando a série Mulher 5.0, onde podemos ver que, nesta mesma faixa etária, encontram-se mulheres realizando sonhos completamente diferentes. Há desde aquelas que se tornaram mães na faixa dos 40, até as avós apaixonadas pelos seus primeiros netos. E também exemplos de mulheres que decidiram escrever livros, viajar o mundo, praticar esportes radicais e tantas outras coisas, antes dos 50 – como a a empresária Vera Lorenzo, que aos 49, resolveu realizar 50 sonhos em 1 ano.

 

betty-gofman

A atriz Betty Gofman, 50, na série Mulher 5.0, com suas filhas gêmeas de 4 anos | Imagem: g1.globo.com

 

E quando o assunto é sex appeal, quem iria pensar que elas, as “cinquentonas“,  ficariam para trás? Uma das novas Bond Girls do agente 007, no novo filme “Spectre”, é a belíssima Monica Bellucci, atriz de 50 anos.

 

monica-bond-girl

Monica Bellucci e Daniel Craig | Imagem: Andrew Medichini / AP

 

E quem é a nova cara da Versace para a campanha deste ano? Ninguém menos que Madonna, que já chegou aos 56 e não perdeu a majestade.

 

madonna-campanha-versace

Imagem: vogue.es

 

 

E aos 69 anos (praticamente 2 décadas depois das mulheres tratadas aqui), a atriz Helen Mirren foi a escolhida para protagonizar a campanha do cosmético anti-idade Age Perfect, da L’Oreal. Um anúncio que conversa com mulheres que, com o passar dos anos, não abrem mão de seu brilho, de sua ousadia, nem de acreditar que “a idade perfeita é…agora!”. E é isso aí!

Eu, particularmente, adoro ver gente sendo incrível em qualquer idade 😉 E você?

 

 

 

 

Sou publicitária formada pela ESPM e jornalista formada pela Católica UniSantos, com experiência profissional em planejamento de comunicação e cursos de especialização em marketing digital, também realizados na ESPM. Amo tudo o que é criativo, não sobrevivo sem música, sou apaixonada por viagens, adoro aprender coisas novas, adoro gente simples e espontânea, minha maior paixão é escrever!